4 atitudes sobre como lidar com alguém com depressão

4 minutos para ler

Superar um quadro de depressão é realmente um desafio. Contudo, além da pessoa que tem a doença, seus familiares e amigos mais próximos também precisam aprender a conviver com o diagnóstico e saber como lidar com alguém com depressão.

Afinal, existe uma linha tênue entre ajudar e prejudicar o paciente — esteja ele em tratamento ou não. Esse é um momento no qual as emoções estão mais afloradas e confusas, e uma atitude equivocada ou, até mesmo, um julgamento sem a intenção de ferir, podem acabar por agravar o quadro.

Se você conhece alguém que está com depressão, leia este texto agora mesmo e veja o que pode fazer!

1. Mostre acolhimento

As crises de depressão são, geralmente, marcadas por uma tristeza profunda, choros aparentemente sem motivo e uma sensação de que o indivíduo não pertence a nada, ou seja, não se sente parte de um grupo familiar ou amigos, nem percebe a sua missão no mundo.

Para tentar amenizar esse sentimento, demonstre acolhimento e tente mostrar com exemplos claros de que essa pessoa é, sim, muito importante e querida. Convide alguns amigos para um jantar informal, chame-a para passear em algum lugar importante para ela etc. Entretanto, lembre-se de que nada pode ser forçado ou a situação pode se agravar.

2. Tenha empatia

Durante as crises de depressão, as pessoas mais próximas têm um papel fundamental. É preciso estar disponível para ouvir o que o paciente tem a dizer — mas escutar de verdade, sem julgar, interromper ou achar que está sendo feita uma tempestade em copo d’água.

Isso se chama empatia: a capacidade de se colocar no lugar do outro. Acredite, por mais absurdos que possam parecer os pensamentos e os sentimentos de um indivíduo com depressão, eles são reais e não se pode menosprezá-los.

3. Acompanhe de perto

Infelizmente, os números de casos de pacientes com depressão que terminam em suicídio não são pequenos: a pessoa pode se sentir tão angustiada que pensa que não há mais solução. Portanto, vale a pena acompanhar de perto as suas atitudes e as suas falas. Se houver desejos constantes de morrer ou outros indícios, busque ajuda.

4. Aconselhe a procura por ajuda profissional

Sem conhecimento, muitas pessoas que não têm depressão acreditam que o paciente consegue “sair dessa” sem ajuda médica, que esse é apenas um quadro passageiro de tristeza. Contudo, não é bem assim. A depressão é um distúrbio que pode durar meses ou anos e precisa de auxílio médico. Portanto, se a pessoa depressiva mostrou uma abertura para a busca de um profissional, não hesite em ajudá-la imediatamente.

Se ela não manifestou esse desejo, tente conversar, diga que compreende que a situação não é simples, mas que um profissional pode ajudá-la a ter a sua qualidade de vida novamente. Muitas vezes, inclusive, o tratamento da depressão não envolve o uso de medicamentos: conversas e mudanças de alguns hábitos podem ter efeitos transformadores.

Saber como lidar com alguém com depressão é fundamental para ajudar, por isso, muitas pessoas acabam não falando sobre o assunto com um indivíduo que sofre com a doença. Contudo, com empatia e carinho que você sempre teve, aborde o seu familiar ou amigo, diga que está ao seu lado e que vocês vão superar mais essa juntos.

Como foi mostrado ao longo deste texto, a depressão pode levar uma pessoa a pôr fim em sua vida. Então, confira a relação entre essa e outras doenças com o suicídio.

Dra Karine Cunha

Sobre

O blog Dra Karine Cunha oferece os melhores conteúdos dedicados à saúde mental.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Share This