Como escolher uma clínica de psiquiatria em São Paulo?

4 minutos para ler

Você sabe qual é a diferença entre psiquiatra, psicólogo e psicanalista? Essa é uma dúvida muito comum entre as pessoas e, infelizmente, esse assunto ainda pode ser considerado um tabu na sociedade.

O fato é que esses três profissionais lidam com a mente humana e prezam pela saúde mental de seus pacientes que necessitam tratar de algum problema ou distúrbio. Existem muitos consultórios com psiquiatra em São Paulo que podem lhe ajudar nesse momento delicado.

Neste post, veremos qual é a diferença entre esses três profissionais e passaremos dicas de como escolher o melhor, de acordo com suas necessidades. Acompanhe!

As diferenças entre psiquiatra, psicólogo e psicanalista

Psiquiatra

O psiquiatra é o profissional formado em Medicina. Após a graduação, deve escolher uma especialização na área da Psiquiatria. Ele é o especialista indicado para transtornos mentais, como depressão, esquizofrenia, transtorno bipolar, dentre outros. Além disso, é o único profissional autorizado a prescrever medicamentos, além de estar apto a atuar em hospitais, ambulatórios e consultórios particulares.

Psicólogo

O psicólogo é o profissional graduado em Psicologia e pode, também, ter conhecimento em psicoterapia e outras especializações. Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano como um todo e os processos que ocorrem na mente e os seus distúrbios. O psicólogo ajuda o paciente a entender qual é o seu problema e monta as estratégias que serão usadas para solucioná-lo. Ele não pode receitar medicamentos.

Psicanalista

O psicanalista é o profissional que realizou um curso específico de formação em Psicanálise. Não precisa ser necessariamente um psiquiatra ou psicólogo. A Psicanálise, criada por Freud, é uma vertente da Psicologia, mas também é considerada independente dela.

Essa ciência busca estudar e analisar a mente humana e compreender o inconsciente por meio de atitudes e pensamentos. O psicanalista não pode receitar medicamentos, salvo se já tiver a qualificação como médico.

A escolha de um psiquiatra em São Paulo

Agora que você já sabe a diferença entre eles, fica mais fácil escolher aquele que melhor se encaixa nas suas necessidades.

O psiquiatra prescreve o medicamento indicado para tratar sintomas do distúrbio mental. Já o psicólogo trata as causas do problema por meio de terapias ou outra ferramenta cognitiva-comportamental. E por fim, o psicanalista busca no inconsciente do seu paciente o motivo que o levou a desenvolver determinado transtorno e tenta destruí-lo.

O ideal é, em primeiro lugar, identificar o tipo de problema, que pode ir desde um estresse corriqueiro até uma depressão profunda. Veja as dicas para escolher o profissional adequado!

Peça indicação de outras pessoas

Uma ótima forma de encontrar um bom profissional é por meio da indicação de pessoas que já passaram por alguma consulta ou algum tipo de tratamento com aquele especialista. Mas tenha em mente que, cada caso tem suas particularidades. Pode acontecer de um profissional que serviu para uma pessoa não ser tão bom assim para outra.

Procure informações sobre o profissional

Além de indicação de conhecidos, busque pelo registro do profissional junto a Conselhos Profissionais. Verifique em sites se há dados sobre o especialista e, também, se há reclamações de pacientes contra ele. Quanto mais referências, melhor.

Busque um profissional específico para você

O ideal é ser atendido pelo profissional especializado em tratar pacientes com o mesmo problema que o seu. Você pode buscar na lista do seu plano de saúde ou em sites especializados qual deles se encaixa nas suas expectativas.

Escolha um profissional que transmita segurança

O profissional deve ser alguém que passe segurança e confiança para seus pacientes. Preste atenção no que o profissional busca transmitir e se ele realmente tem propriedade no assunto que está falando, ou seja, se ele domina o conteúdo. Além disso, faça perguntas e tente esclarecer todas as suas dúvidas. O médico tem o dever de tranquilizar o paciente e fazer com que ele se sinta confortável.

Um médico dedicado e disponível é essencial para o paciente que busca ajuda em um momento tão delicado. Por isso, a ajuda de um especialista preparado e habilitado para lidar com pessoas é fundamental, principalmente para evitar agravar a situação do indivíduo.

Se você busca um psiquiatra em São Paulo, nós podemos ajudá-lo. Entre em contato conosco e marque uma consulta!

Dra Karine Cunha

Sobre

O blog Dra Karine Cunha oferece os melhores conteúdos dedicados à saúde mental.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Share This