Melatonina para dormir: será que vale a pena?

3 minutos para ler

Passamos 1/3 de nossas vidas dormindo. Mas, será que realmente sabemos como esse processo funciona e de que forma pode ser melhorado? O primeiro passo é entender que todas as dicas para um sono melhor giram em torno de um mesmo fator: a importância da melatonina para dormir!

Alguns hábitos podem facilitar a produção desse hormônio pelo organismo, como evitar luzes, ruídos e aromas fortes durante a noite. No entanto, nem sempre esses cuidados são suficientes para resolver a insônia e pode ser preciso repor a melatonina para evitar distúrbios do sono.

Como anda seu sono? Tranquilo e renovador? Ou inconstante e cansativo? Nos próximos parágrafos, confira como identificar se você precisa repor esse hormônio e por onde começar. Boa leitura!

Quando vale a pena tomar melatonina para dormir?

Os distúrbios de sono podem ocorrer de três formas: dificuldade para começar a dormir, acordar algum tempo depois e não conseguir adormecer novamente ou ter o sono interrompido diversas vezes durante a noite.

Para saber se a má qualidade do sono está interferindo no seu dia a dia, observe a presença dos seguintes sintomas:

  • cansaço constante;

  • dificuldade de concentração;

  • dificuldade de memorização;

  • depressão;

  • estresse;

  • irritabilidade;

  • aumento do apetite.

Se esses aspectos são uma constante na sua lista de reclamações e afetam todas as áreas da sua rotina, então pode ser o momento de pensar em fazer reposição de melatonina para alcançar maior qualidade de vida. Afinal, o sono é um processo indispensável para o organismo humano se manter em bom funcionamento sempre.

Os efeitos colaterais costumam ocorrer apenas quando a melatonina é ingerida de forma errada ou em excesso. Por isso, ao observar sinais como dor de cabeça, dor de estômago, cansaço extremo ou irritabilidade, converse com seu médico. Para evitar esses sintomas indesejados, veja a seguir tudo que você precisa saber antes de começar a tomar melatonina para dormir.

Como começar a tomar melatonina para dormir?

Antes de tudo, é preciso entender a causa por trás da dificuldade para dormir. A melatonina pode ter sua produção reduzida pela idade ou por fatores como estresse e mudanças na rotina. Para saber melhor, é fundamental buscar ajuda profissional. Neurologistas, psicólogos e psiquiatras são os especialistas mais indicados para esses casos.

Também é preciso observar se você não faz parte do grupo de pessoas que deve evitar o consumo de melatonina sintética. Esse perfil inclui crianças com menos de 12 anos, gestantes e lactantes e pacientes que possuem diabetes ou hipertensão. No caso de qualquer desses fatores, converse com seu médico para buscar a melhor alternativa.

No exterior, costuma ser bastante fácil comprar melatonina para dormir, podendo-se encontrar o produto até mesmo em mercados. Por outro lado, a regulamentação brasileira funciona de forma diferente e permite a venda apenas com recomendação médica. Com a receita em mãos, basta fazer o pedido em uma farmácia de manipulação.

Com indicação e acompanhamento médico, a melatonina para dormir pode ser um divisor de águas na qualidade do seu sono.

Sente que esse conteúdo pode ser útil para outras pessoas? Então, compartilhe-o nas redes sociais e troque dicas e informações com seus amigos!

Dra Karine Cunha

Sobre

O blog Dra Karine Cunha oferece os melhores conteúdos dedicados à saúde mental.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Share This